Lançado há quase 10 anos, o livro escrito pela best-seller americana Maggie Stiefvater tem feito sucesso entre a geração Z do Book Twitter, e é desse livro cheio de magia e suspense que iremos falar hoje. A série dos garotos corvos conta com quatro livros, e iremos falar do livro que a introduziu e que deixa qualquer pessoa apaixonada por fantasia querendo mais!

“Os Garotos Corvos” nos levam ao mundo de Blue Sargent e o mistério do rei galês Glendower, que está adormecido há séculos, procurado por quatro garotos da escola Aglionby: Gansey, Adam, Ronan e Noah.

Personagens do livro desenhados pela artista morgana0anagrom, imagens retiradas do tumblr.

Blue é de uma família de médiuns, ela não tem dons mediúnicos, mas carrega o que podemos chamar de maldição desde que nasceu, o que acaba sendo um ponto bem importante na sua interação com os garotos. Gansey é quem tem a obsessão por Glendower e quem introduz todos em sua procura, que começou após uma experiência de morte. Adam é o garoto pobre que faz de tudo para ter um futuro melhor e que sempre apoia o amigo em sua procura. Ronan é o que podemos chamar de badboy com problemas na família e está na busca do rei com Gansey, apenas para dar apoio. E Noah é o menino quieto que carrega o plot twist do livro consigo. 

A vida dos garotos, mais especificamente de Gansey, se cruza com a de Blue logo no início do livro, quando ela e sua tia vão manter uma tradição familiar no dia de São Marcos. É aí que a história se desenrola e começa a interação dos garotos corvos com a menina Blue.

O que ocorre no dia de São Marcos dá start aos acontecimentos para que Blue se junte aos garotos e também comece a procurar pelo rei galês, o que leva a uma grande amizade entre ela e os meninos e eles acabam se tornam os “garotos corvos da Blue”. 

O livro é contado em terceira pessoa pela autora, mostrando os pensamentos e sentimentos de todos eles. Mesmo que esse primeiro livro seja mais focado em Blue e Gansey, o que realmente torna o livro interessante e difícil de largar não é o possível romance, mas sim a magia e o mistério envoltos da procura por Glendower e a amizade que eles constroem a cada página. 

Os garotos corvos, Blue e sua procura – misteriosa e um pouco sobrenatural – conquistam desde a primeira página e deixam o gostinho de quero mais ao fim do livro, fazendo com que quem se pegou apaixonado pelos cinco personagens, suas histórias, suas personalidades bem trabalhadas e seu mundo meio mágico corra para ler a segunda obra “Ladrões de Sonhos”.